Médico viciado em crack é preso após assaltar mulher: ele usou sua BMW para cometer o crime

0
501

A maldita da droga crack vem destruindo famílias e transformando jovens em zumbis em todas as regiões do Brasil. Os efeitos devastadores em seus usuários têm provocado mortes e desajustamentos sociais das pequenas a grandes cidades. E sua penetração não acontece somente nas camadas mais pobres da população. Ultimamente, as autoridades públicas estão percebendo que ela avança nas classes mais abastadas.

Foi o que aconteceu nesta semana no município de Juazeiro, no Ceará, conhecido por abrigar o santuário de Padre Cícero. A Polícia daquele estado nordestino prendeu três homens, entre eles um médico, acusados de assaltar uma mulher em Juazeiro do Norte, no Ceará.

O jovem médico Wildeangeles Silva, de 30 anos, está detido na Cadeia Pública de Juazeiro, por ter roubado dinheiro e celular da vítima, junto com outros dois comparsas.

BMW usada pelo jovem médico para praticar o assalto (Reprodução/TV Verdes Mares)

Segundo o delegado que atendeu a ocorrência, Dênis Ferraz, os três larápios foram encontrados logo após o crime em um motel, na cidade de Barbalha. Com eles, a polícia apreendeu três pedras de crack, que seriam para uso do trio.

Assim que aconteceu o assalto, a mulher roubada registrou Boletim de Ocorrência na delegacia, e a polícia saiu em busca dos suspeitos. Ficou muito fácil de localizar o trio de ladrões por que eles estavam numa BMW usada no assalto e de propriedade do médico.

De acordo com o advogado do médico, Jorge Luiz Pereira, Wildeangeles é dependente químico e havia saído há pouco de uma clínica de reabilitação. O advogado afirma que o médico não praticou o assalto.

O médico com os outros dois comparsas (Divulgação Polícia Civil)

"Infelizmente, essa dependência vem causando esses atos destrutivos na vida dele, na vida profissional dele e na vida da família, que está em estado lamentável", contou o advogado.

O delegado informou que os suspeitos podem responder por roubo e associação criminosa.