Marília Mendonça está revoltada com decisão da Justiça que bloqueou seus bens: entenda o motivo

0
324

A cantora goiana Marília Mendonça, 22 anos, está revoltada com decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. É que na última segunda-feira (8) a jovem artista teve parte de seus bloqueados.

A decisão da Justiça mineira ocorreu para garantir o ressarcimento de consumidores que compraram ingressos de shows que acabaram sendo cancelados.

Segundo foi apurado, as apresentações canceladas estavam marcadas para acontecer em fevereiro e março de 2017, na cidade mineira de Araguari. Entretanto, a cantora alega que os shows não foram realizados em virtude das fortes chuvas que atingiram a cidade nas datas previstas.

Através de sua assessoria de imprensa, Marília Mendonça demonstrou indignação com a decisão da Justiça em sequestrar parte do seu patrimônio. A revolta da cantora diz respeito ao fato de que a responsabilidade pela devolução do dinheiro das pessoas que compraram ingresso seria da empresa contratante, e não da artista. “Não recebi o cachê dos shows”, diz.

Na época, a cantora usou suas redes sociais para divulgar um vídeo em que esclarece o motivo do cancelamento. Ela lamentou o ocorrido e informou que os organizadores encontrariam uma forma de ressarcir os fãs.

Em sua página do Facebook, a Trem Bala Produções, empresa responsável pela realização do show, publicou um comunicado em que eram oferecidas aos consumidores duas opções para serem ressarcidos. A primeira opção oferecida seria a troca por ingressos de outros shows de artistas diferentes.

A outra opção de ressarcimento oferecida é a restituição integral do valor do ingresso pago, fato que não aconteceu.

Uma audiência de conciliação está agendada para o próximo dia 18 de janeiro, no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, Centro de Araguari. Caso as partes não entrem em acordo, os valores seguirão bloqueados.